É só o vento lá fora
“Morro de medo de perder você. Sabe, se a gente se perder eu nem sei. É que me descobri e ganhei uma parte de mim de volta quando te conheci. Não sei dizer o quanto te amo. O amor não cabe no meio das letras: ele ocupa um espaço inteirinho dentro do coração. E isso faz a minha vida muito mais feliz.”

Ele é do tipo safado meio fofo. Daqueles que te sugerem sexo de conchinha com sorriso mais cara limpa que existe.

Sobre ele.  (via extremesexxx)

Parece absurdo que alguém possa sofrer num dia de céu azul, na beira do mar, numa festa, num bar. Parece exagero dizer que alguém que leve uma pancada na cabeça sofrerá menos do que alguém que for demitido. Onde está o hematoma causado pelo desemprego, onde está a cicatriz da fome, onde está o gesso imobilizando a dor de um preconceito? Custamos a respeitar as dores invisíveis, para as quais não existem prontos-socorros. Não adianta assoprar que não passa. Tenho um respeito tremendo por quem sofre em silêncio.

Martha Medeiros.  (via morbidavel)

Me desculpa, mas eu não sei amar pela metade. Eu não sei precisar apenas de vez em quando.

Renato Russo.  (via enoitecer)
Aquela troca de olhares que termina com sorriso.
só queria acordar amanhã com o meu diploma da faculdade, uma pizza e um milhão de dólares